Quarta-feira, 8 de Setembro de 2010

Como "ganhei" um pézinho novo...

A coisa começou por ser uma brincadeira. Depois surgiu o convite. Ajustados todos promenores cá em casa, decidi aceitar o convite e, há hora marcada lá estava eu, devidamente equipada. Ténis apropriados, boné, mochila (com água, fruta, alguma comida e um agasalho) e, sobretudo com muito boa disposição.

 

Do grupo, apenas conhecia quem me convidou. Tudo gente muito mais nova do que eu, cheios de vida e boa disposição. Duas qualidades que eu aprecio particularmente.

 

Foram quatro horas maravilhosas, numa partilha de brincadeiras, gargalhadas, considerações.  Caminhar por entre a natureza, por trilhos que nos mostram belezas escondidas, para a grande maioria que, por desconhecimento e uma certa inércia, não se aventuram a percorrer, com pessoas que fazem do companheirismo e do respeito pelos outros e pelo ambiente que nos rodeia, o seu lema, deixou-me feliz.

 

No programa, estava previsto, no final da caminhada, um mergulho. Rumamos à zona balnear. Estava mesmo a apetecer um mergulho naquele mar, naquela água fresca e transparente.

 

Enquanto olhava à volta, à procura de sítio para estender a toalha, ia descendo uns degraus... Cabeça no ar, sede demar, muita sede do meu mar, não vi onde punha os pés e... torci o pé esquerdo em cima de uma pedra. Sentei-me agarrei-me ao pé, movimentei os dedos. Tudo bem! Movimentos sem dor.

 

Mar... mar... mar! Nadei, refresquei o corpo e a mente. À saída da água o pé doeu um pouquinho... não liguei muito. Mas, de volta ao carro, conduzir até casa foi doloroso.

 

Já em casa, um banho quente, um jantar leve e sentia-me pronta para mergulhar no sofá, quando o pé voltou a doer. Gelo! Gelo! Muito gelo!

 

Durante a noite voltei a fazer gelo...

 

Ao acordar, não tinha dúvidas:de uma ida ao Centro de Saúde, não me iria livrar.

 

Após exame por parte da médica e uma visitinha ao radiologista, saí de cadeira de rodas (ah! pois é!) e, com o meu pézinho de cinderela transformado num pé e gigante.

 

Conclusão: "férias" forçadas! Entre 2 a 3 semanas de mergulhos divididos entre a cama e o sofá... Músculos trabalhados na perfeição. Sim, porque isto de andar de pé coxinho e de canadianas, dá músculo... Oh! se dá!

 

sinto-me: proibida de andar
escrito por Eusinha às 10:56

link do post | comentar | favorito
|
8 comentários:
De nuno a 8 de Setembro de 2010 às 16:03
olá! Lamento as " férias " forçadas, mas o que importa é cuidar bem, o pé. Quanto a mim, nunca sofri isso, mas creio que nos acontece a todos, um dia. beijo e as melhoras-
De Eusinha a 8 de Setembro de 2010 às 16:36
Olá Nuno
Vou cuidar bem do meu pézinho, sim senhor. Até porque não sou de estar parada e quero voltar em força às caminhadas e, ao convívio próximo com a natureza.
Muito obrigada pelo teu apoio e votos de melhoras.
Um beijo para ti
De nuno a 8 de Setembro de 2010 às 16:56
olá! Não tem nada de agradecer. Eu também gosto de andar a pé. Pena náo viver numa terram cidade, vila mais plana, tal como a Figueira da Foz, Lousada, em que andar a pé não custa, mesmo que andemos uma hora, duas horas a caminhar. Eu vivo, em Valongo, mas andar a pé, aqui custa um pouco. É só subir e descer. Mas sim, gosto de andar a pé. É pena não ter aqui um grupo de Amogos/ Amigas com quem possa andar a pé. beijos e uma boa recuperação. Água quente e sal grosso também ajuda.
De Eusinha a 8 de Setembro de 2010 às 18:54
Olá
Apesar de gostar de andar em zonas planas, o que me fascina mesmo, é fazer trilhos, sentir-me em comunhão com a natureza. Mas vou ter de ficar parada por mais algum tempo.
Só vou tirar a tala e as ligaduras daqui a duas semanas. Até lá é mesmo repouso...
Beijos
De nuno a 8 de Setembro de 2010 às 20:43
olá! trilhos, são os chamados carreiros nos montes, ou mesmo nas cidades, não são ? bom repouso. kiss
De Eusinha a 9 de Setembro de 2010 às 10:16
Bom dia Nuno
Sim , trilhos são carreiros onde, por vezes, só passa uma pessoa de cada vez. A beleza dos lugares que podemos visitar, seguindo trilhos, são praticamente desconhecidos à grande maioria... Ficamos mais ricos, quando os percorremos.
Beijinhos para ti

P.S. Fui ao teu blog, mas não consigo comentar
De Tovi a 14 de Setembro de 2010 às 20:07
Rápidas melhoras. Beijinhos,
De Eusinha a 14 de Setembro de 2010 às 23:08
Obrigada! Beijinhos

Comentar post

.mais sobre o meu "eu"

.pesquisar no meu cantinho

 

.Novembro 2015

Dom
Seg
Ter
Qua
Qui
Sex
Sab
1
2
3
4
5
6
7
8
9
10
11
13
14
15
16
17
18
19
20
21
22
23
24
25
26
27
28
29
30

.escritos recentes

. Cansa-me o egoísmo

. Apetece-me dizer um palav...

. Bom dia! E um sorriso.

. Entre partir e ficar

. ...

. OBRIGADA, Bernardo Sasset...

. Cesária Évora - a outra f...

. Breves

. Sentir pena ou vontade de...

. Quereres

.coisas que eu já escrevi

.tags

. todas as tags

.favorito

. De dois em dois o caracol...

. Como irritar o signo de …

. O que alguém escreveu sob...

. Saudade

. Pensamento (meu) sobre o ...

. Paixão Motard

. DEDICADO A TI; AMIGA

. Sinto falta

. Abraço

. Sim...

blogs SAPO

.subscrever feeds