Sábado, 1 de Fevereiro de 2014

...

Ainda que o silêncio seja longo, estou viva!

 

Vivo entre o aqui e o agora, tentando sorrir, sim tentando, que a vida não está para graças e, levo o meu sorriso a quem dele mais precisa.

 

A vida muda! E muda-nos!

 

E, nós crescemos, evoluímos. Descobrimos quem é, e deve ser, e quem foi e nunca deveria ter sido.

 

Malas são feitas e desfeitas. Abraços são dados à chegada e à partida.

 

Emoções são sentidas e nunca negadas...

 

 

tags: ,
escrito por Eusinha às 10:55

link do post | comentar | favorito
|

.mais sobre o meu "eu"

.pesquisar no meu cantinho

 

.Novembro 2015

Dom
Seg
Ter
Qua
Qui
Sex
Sab
1
2
3
4
5
6
7
8
9
10
11
13
14
15
16
17
18
19
20
21
22
23
24
25
26
27
28
29
30

.escritos recentes

. Cansa-me o egoísmo

. Apetece-me dizer um palav...

. Bom dia! E um sorriso.

. Entre partir e ficar

. ...

. OBRIGADA, Bernardo Sasset...

. Cesária Évora - a outra f...

. Breves

. Sentir pena ou vontade de...

. Quereres

.coisas que eu já escrevi

.tags

. todas as tags

.favorito

. De dois em dois o caracol...

. Como irritar o signo de …

. O que alguém escreveu sob...

. Saudade

. Pensamento (meu) sobre o ...

. Paixão Motard

. DEDICADO A TI; AMIGA

. Sinto falta

. Abraço

. Sim...

blogs SAPO

.subscrever feeds