Terça-feira, 8 de Dezembro de 2009

Prendas de Natal

Não sei se me apetece fazer compras de Natal.

 

Prendas. Prendas para quem e porquê? Gosto pouco de ficar bem na fotografia que, é como quem diz, fazer aquilo que os outros estão à espera que faça. E dar prendas por obrigação, não faz parte da minha postura natalícia.

 

Acho esta época triste. Triste pelo consumismo abusivo.

 

Se tivesse jeito para fazer as minhas próprias prendas, não gastaria um cêntimo que fosse nas "catedrais do consumo". Faria miminhos giros... e pronto. O problema mesmo, é a falta de jeito...

 

E, estou deprimida...

 

sinto-me:
tags: , ,
escrito por Eusinha às 00:48

link do post | comentar | favorito
|
Domingo, 28 de Dezembro de 2008

Chocolate quente e torradas

Acordei cedo como é habito. Fui à rua tratar dos gatos (são só onze) e da cadela e, fui também recolher alguma roupa que deixara estendida no alpendre, durante a noite.

 

Fazia frio. Mesmo muito frio. Se fosse noutro local possivelmente haveria neve. Aqui limitou-se ao frio que magoava o rosto e as mãos.

 

Entrei em casa e fui a correr (literalmente), acender a salamandra. A sala foi invadida por uma onda de calor deveras confortável.

 

Entrei na cozinha, liguei a torradeira, preparei uma torradas,  de pão caseiro, com manteiga e um chocolate quente, à minha moda, com direito a raspas de chocolate e tudo, e, regressei à sala. Pus um CD de Natal, dos Antigos Tunos da Universidade de Coimbra, a tocar e, fui enroscar-me no sofá.

 

A casa estava silenciosa. Dormiam todos.

 

Dei-me ao luxo de sentir o prazer das coisas simples: o calor da salamandra, o chocolate quente, as torradas de pão caseiro e uma boa música de Natal.

 

Fiquei ali até o meu pessoal acordar. E estive muito bem. Estive em Paz. E, em óptima companhia: comigo mesma.

sinto-me: em paz
música: Album de Natal, dos ATUC
escrito por Eusinha às 13:19

link do post | comentar | ver comentários (1) | favorito
|
Quarta-feira, 17 de Dezembro de 2008

A hipocrisia dos almoços de Natal

Por esta altura, multiplicam-se os almoços e jantares de Natal.

 

Já há muito que não participo nos almoços organizados pelo meu serviço. Não suporto estar sentada à mesa com pessoas que durante todo o ano implicam umas com as outras, maldizem-se, invejam-se e tentam tramar-se. E, subitamente, como que imbuídos de um qualquer espírito de Natal, ficam amigos. Tudo na paz dos anjos. Santa hipocrisia! Estou fora. Não contem comigo!

 

Porque não organizam almoços de jantares para angariação de fundos para apoiarem alguma instituição? Ao menos valeria a pena. Teria alguma utilidade.

 

Sexta-feira houve um almoço lá no serviço e, claro, que depois houve lugar às conversas habituais, que uns trabalham e os outros ficam sentados tipo doutores, que fulana bebeu dois copos de vinho e que beltrana esteve sempre de conversa com o chefe x, etc.

 

Ontem, houve outro, num restaurante de um hotel cá da cidade. Antes da hora de almoço lá abalaram para o hotel. A minha chefe questionou-me sobre a cozinha. Disse-lhe que o chefe era muito bom e os produtos usados na confecção dos alimentos eram seleccionados. Ficaram admirados de eu conhecer o restaurante, só porque não faço anúncio dos sítios onde vou jantar ou almoçar, nem quando vou. Pensam o quê? Que eu estou o ano todo à espera que surjam estas oportunidades de alguém oferecer uma refeição, para eu ir comer a um sítio bom? Pobres de espírito.

 

Chegaram do almoço e foi um tal matraquear sobre as roupas dos participantes, quem falou com quem, quem comeu o quê, quem bebeu o quê, quem viajou no carro de quem... bem... é para isto que servem os almoços de Natal???

 

Prefiro almoçar sozinha, pensar em coisas boas, nos meus filhotes, no sol, na lua, nas tangerinas que estão na árvore, ali no jardim, e ser FELIZ!

 

 

 

sinto-me:
escrito por Eusinha às 19:45

link do post | comentar | ver comentários (4) | favorito
|
Segunda-feira, 17 de Dezembro de 2007

Rebuçados

Debaixo da Árvore de Natal, estava entre embrulhos grandes e vistosos, um embrulhinho pequeno e menos vistoso do que os restantes.

 

Era para mim e para a minha irmã. Da "tia" Milagres. Abrimos. A surpresa foi enorme. Lá dentro estavam rebuçados caseiros, embrulhados individualmente em papel de seda.

 

Troquei um olhar com a minha irmã, e o que vimos, no olhar uma da outra, foi desilusão.

 

Os meus pais também se aperceberam do nosso olhar.

 

Depois de abrirmos todos os presentes, as perguntas habituais surgiram:

 

- Qual o presente que gostaste mais?

 

- Qual a prenda que gostaste menos?

 

Quando penso nessa noite, e por mais que me esforce, não me lembro qual foi o presente que mais gostei, nem qual o presente que a minha mana mais gostou, mas lembro-me da conversa que o meu pai teve connosco.

 

- Não gostaram do presente da "tia" Milagres?

 

As nossas cabeças abanaram em sinal negativo.

 

Então, o meu pai, sempre com a concordância da minha mãe, disse-nos isto:

 

- A "tia" Milagres, é pobre. Não tem dinheiro para andar a gastar com presentes caros.

 

- Os rebuçados foi ela que os fez para vocês. Pensou em vocês, e com todo o carinho, amizade e amor, dedicou-se a esta tarefa. Ficou em frente ao fogão de lenha, a mexer o açúcar com a água e a casca de limão, até atingir o ponto. Cortou os pedacinhos de papel de seda e colocou lá dentro os rebuçados.

 

- Queriam vocês, melhor presente?

 

Compreendemos, naquela noite, que o mais importante são os sentimentos e não os presentes.

 

Ainda hoje, sinto a desfazer-se na minha boca, um daqueles rebuçados... Tem o sabor da partilha, do verdadeiro, do amor, da amizade, do carinho, da sinceridade.

 

O que gostava de receber neste Natal?

 

A companhia daqueles que amo. Ver nos rostos deles o brilho da felicidade. Sabê-los de saúde. E, se me permitem a parte material, um pacotinho de rebuçados caseiros, feitos pela "tia" Milagres .

 

 

 

 

 

sinto-me: natalícia
música: Natal não é em Dezembro
escrito por Eusinha às 12:41

link do post | comentar | ver comentários (4) | favorito
|

.mais sobre o meu "eu"

.pesquisar no meu cantinho

 

.Novembro 2015

Dom
Seg
Ter
Qua
Qui
Sex
Sab
1
2
3
4
5
6
7
8
9
10
11
13
14
15
16
17
18
19
20
21
22
23
24
25
26
27
28
29
30

.escritos recentes

. Prendas de Natal

. Chocolate quente e torrad...

. A hipocrisia dos almoços ...

. Rebuçados

.coisas que eu já escrevi

.tags

. todas as tags

.favorito

. De dois em dois o caracol...

. Como irritar o signo de …

. O que alguém escreveu sob...

. Saudade

. Pensamento (meu) sobre o ...

. Paixão Motard

. DEDICADO A TI; AMIGA

. Sinto falta

. Abraço

. Sim...

blogs SAPO

.subscrever feeds