Terça-feira, 11 de Julho de 2006

Triste? Talvez!

Saber-te perto de mim, à distância de um oceano, põe-me docemente louca...

Não te vou dizer o quanto te quero, isso cansa-te e já o percebi. Não vou dizer-te quão grandes são as saudades e quão grande é o vazio deixado por ti...

Possivelmente não te direi mais nada... limitar-me ei a sentir...

Sentirei e calarei bem fundo no meu peito os sentimentos que, a partir de hoje, serão só meus.

Triste? Talvez!

Diria antes que estou vazia de ti e cheia de tudo quanto me faz lembrar de ti e sentir-te...

Que dizer? Que fazer? Nada! Absolutamente NADA!

Gostaria de ao menos uma vez, ouvir-te dizer que me queres, que sentes saudades, que sentes a minha falta...

Sim, sei. Vou ficar eternamente à espera.

O eco do meu pensamento e da minha vontade não chega até ti.

Tens outros interesses, tens a tua vida e nela não há espaço para mim.

Apenas me resta aceitar.

Se, um dia quiseres, eu estarei por aqui...

Se, um dia precisares, eu estarei por aqui...

Se, um dia me amares, eu estarei por aqui...

Soa a "até sempre", e talvez seja mesmo, a minha/nossa despedida.

sinto-me:
tags: ,
escrito por Eusinha às 14:59

link do post | comentar | favorito
|

.mais sobre o meu "eu"

.pesquisar no meu cantinho

 

.Novembro 2015

Dom
Seg
Ter
Qua
Qui
Sex
Sab
1
2
3
4
5
6
7
8
9
10
11
13
14
15
16
17
18
19
20
21
22
23
24
25
26
27
28
29
30

.escritos recentes

. Triste? Talvez!

.coisas que eu já escrevi

.tags

. todas as tags

.favorito

. De dois em dois o caracol...

. Como irritar o signo de …

. O que alguém escreveu sob...

. Saudade

. Pensamento (meu) sobre o ...

. Paixão Motard

. DEDICADO A TI; AMIGA

. Sinto falta

. Abraço

. Sim...

blogs SAPO

.subscrever feeds