Quarta-feira, 7 de Novembro de 2007

Acreditar

Quem me manda a mim acreditar? Ninguém!

Acredito porque quero, porque sinto que devo fazê-lo.

Então, porque me queixo?

Sei, que sempre que acredito, o resultado é a desilusão, a tristeza e a frustração .

Nem sempre fazemos as coisas mais correctas. Umas vezes por burrice, outras porque acreditamos estarmos a agir correctamente.

Neste momento, sinto que não deveria ter acreditado. Sinto e sei que, se pudesse apagaria os três últimos anos da minha vida e recomeçaria tudo de novo. Mas isso é totalmente impossível.

Recomeçar, agora, que me apercebi dos erros, vai ser difícil e não me vai fazer sentir melhor.

Errei, sobretudo com as pessoas que mais me amam: os meus filhos e o meu marido. Dei-lhes falsas esperanças num futuro melhor, quando este apenas existiu na minha imaginação e na vontade da mudança.

Lamento, e peço perdão.

Não tinha o direito de vos arrastar para a minha loucura, nem de vos prejudicar com ela. Felizmente, apenas eu caí no fundo do poço. Consegui deixar-vos a boiar à superfície .

Talvez um dia volte a acreditar que tenho direito à luz que brilha sobre a minha cabeça. Neste momento, sinto que apenas mereço as trevas.

escrito por Eusinha às 10:55

link do post | comentar | favorito
3 comentários:
De Pedro de Sousa a 7 de Novembro de 2007 às 14:12
Ola

Desculpa que te diga, mas nao concordo contigo...

A vida é feita de ilusões e desilusões.... cada um destes nicks que olha anonimamente para ti tem ou teve grandes desilusões na vida... faz parte da propria vida

Alguns andam à procura de um destino... outros apenas querem companhia para sarar feridas...

Ha que reflectir... em todas as situações ha momentos bons e maus, ensinamentos a tirar, conclusoes a registar, futuras situações a evitar...

"Ha remédio para tudo menos para a morte", diz o ditado

Sorri, minha amiga... mesmo que seja um sorriso triste, ele é o inicio de uma nova fase da tua vida...

Beijinhos
De Eusinha a 8 de Novembro de 2007 às 15:54
Olá
Obrigada pelas tuas palavras e pela tua força. Sei que tudo o que escreveste é verdadeiro, mas não estou a conseguir reagir. Talvez um dia, quem sabe, o consiga fazer.

Um beijinho
De manuel josé a 20 de Novembro de 2007 às 11:55
Olá

O verdadeiro optimismo é construído pelo confronto dos problemas e não pela sua negação. Não podemos ser vendedores do pessimismo já que ele é o cancro da nossa alma.
Temos que limpar o lixo social que abunda na nossa mente e que nos dá um futuro sombrio. O nosso futuro é mais que isso, tudo é dificil e perigoso para nós, mas temos que avançar na vida, viver com poesia e conhecer os limites e a nossa força.

Comentar post

.mais sobre o meu "eu"

.pesquisar no meu cantinho

 

.Novembro 2015

Dom
Seg
Ter
Qua
Qui
Sex
Sab
1
2
3
4
5
6
7
8
9
10
11
13
14
15
16
17
18
19
20
21
22
23
24
25
26
27
28
29
30

.escritos recentes

. Cansa-me o egoísmo

. Apetece-me dizer um palav...

. Bom dia! E um sorriso.

. Entre partir e ficar

. ...

. OBRIGADA, Bernardo Sasset...

. Cesária Évora - a outra f...

. Breves

. Sentir pena ou vontade de...

. Quereres

.coisas que eu já escrevi

.tags

. todas as tags

.favorito

. De dois em dois o caracol...

. Como irritar o signo de …

. O que alguém escreveu sob...

. Saudade

. Pensamento (meu) sobre o ...

. Paixão Motard

. DEDICADO A TI; AMIGA

. Sinto falta

. Abraço

. Sim...

blogs SAPO

.subscrever feeds