Quinta-feira, 16 de Março de 2006

Triste desilusão

Caí.
Caí de onde estava sentada: da nuvem das minhas Ilusões.
Não foi preciso muito, bastou o gelo que me transmitiste hoje. Foi o suficiente para que a minha nuvem sacudisse e eu caísse, e me estatelasse no meio do chão.
Parecia um sismo. Tal não foi o abanão...
Sempre tive a certeza que os catorze anos que nos separam, seriam uma distância longa a percorrer caso eu te quissesse ter efectivamente. E, eu queria! Queria e quero, muito!
Nem que seja só para estes encontros à distância deste mar que nos separa. Nem que seja para ouvir a tua voz uma vez por mês. Nem que seja para sonhar...
Mas, hoje, hoje gelaste-me por completo. Tu que és aquele fogo que me aquece...
Ruiram todas as minhas ilusões. Para ti eu não sou NADA.
É tão triste...
Acho que não te volto a procurar.
Cansaste-te de mim, e a quem está cansado deve ser concedido o descanso devido, portanto... Descansa meu querido!
Fica com a tua juventude que eu fico com esta triste desilusão.


escrito por Eusinha às 17:26

link do post | comentar | favorito

.mais sobre o meu "eu"

.pesquisar no meu cantinho

 

.Novembro 2015

Dom
Seg
Ter
Qua
Qui
Sex
Sab
1
2
3
4
5
6
7
8
9
10
11
13
14
15
16
17
18
19
20
21
22
23
24
25
26
27
28
29
30

.escritos recentes

. Cansa-me o egoísmo

. Apetece-me dizer um palav...

. Bom dia! E um sorriso.

. Entre partir e ficar

. ...

. OBRIGADA, Bernardo Sasset...

. Cesária Évora - a outra f...

. Breves

. Sentir pena ou vontade de...

. Quereres

.coisas que eu já escrevi

.tags

. todas as tags

.favorito

. De dois em dois o caracol...

. Como irritar o signo de …

. O que alguém escreveu sob...

. Saudade

. Pensamento (meu) sobre o ...

. Paixão Motard

. DEDICADO A TI; AMIGA

. Sinto falta

. Abraço

. Sim...

blogs SAPO

.subscrever feeds