Sexta-feira, 16 de Fevereiro de 2007

Amor e desamor

Nunca escondi o que sinto. Nem de ti nem de ninguém.

Suponho que seja exactamente isso que te assusta. Saberes o que sinto e teres medo, sim, medo, de te enredares nos sentimentos e retribuires. Retribuires da mesma forma e com a mesma intensidade.

Não tenhas medo, meu querido. Não devemos nunca ter medo de amar.

Entrego-te todo o meu amor. Não me devolvas desamor.

Não mates o que sentimos com o silêncio, com a ausência e com a distância.

Vive! Sente! Ama!

Quebra o silêncio, mostra-te presente e encurtece a distância.

Faz-me sentir a proximidade de um beijo teu, do teu sorriso ou até mesmo da tua gargalhada.

Volta do nada em que te perdeste, mergulhado na promessa de "amanhã ligo-te, ou se calhar ainda hoje", da qual me deixaste suspensa toda esta semana...

Se demorares muito, não sei se terei a paciência necessária para ficar aqui, á espera.

Cada silêncio que semeias, é um abismo profundo, cavado entre nós...

Será isso que tu pretendes? Afastares-te de mim, daquilo que temos?

Se é, estás a conseguir...

O teu desamor está, com as suas mãos assassinas, a asfixiar todo o meu amor, que sufoca pela falta de ti...

Beijo-te, meu querido, e talvez esta seja a última vez que o faça.

 

sinto-me: triste, magoada, amarga, só
escrito por Eusinha às 19:17

link do post | comentar | favorito
5 comentários:
De Pituxinha a 16 de Fevereiro de 2007 às 20:26
amiga!!!estou aki! mas olha k muito triste, agora mais ainda do k já estava... então k tristeza é essa, k se passa na tua vida minha kerida amiga? o teu post está tão triste! Liga kuando kiseres, eu tou sem saldo e sem cheta não posso ligar mas també podes mandar mails se kiseres, podes sempre... paulakatarino@hotmail.com ou o k está no meu perfil. Beijinho muito grande e, amiga, n te deixes ir abaixo por favor!
De adidash a 20 de Fevereiro de 2007 às 08:39
por vezes, damos tanto amor as pessoas que elas não sabem o que fazer com ele, e nesse momento começam a magoar-nos ...

regra nº 3 - Nunca perder o amor próprio
De Eusinha a 20 de Fevereiro de 2007 às 09:14
Concordo contigo. E vou sair desta de cabeça levantada e sobretudo com plena consciência que amei, não fingi...
Um beijo
De Just Moments a 2 de Junho de 2007 às 17:28
Olá outra vez! estive muito tempo no teu blog! está fastástico..Parabéns! E já agora deixo-te uma frase:Nunca chore por alguém que não te ama porque ele não merece suas lágrimas!! Força..bjs
De Eusinha a 3 de Junho de 2007 às 12:35
Aprecio a frase que me deixaste e aprecia também as tuas visitas.
Beijinhos

Eusinha

Comentar post

.mais sobre o meu "eu"

.pesquisar no meu cantinho

 

.Novembro 2015

Dom
Seg
Ter
Qua
Qui
Sex
Sab
1
2
3
4
5
6
7
8
9
10
11
13
14
15
16
17
18
19
20
21
22
23
24
25
26
27
28
29
30

.escritos recentes

. Cansa-me o egoísmo

. Apetece-me dizer um palav...

. Bom dia! E um sorriso.

. Entre partir e ficar

. ...

. OBRIGADA, Bernardo Sasset...

. Cesária Évora - a outra f...

. Breves

. Sentir pena ou vontade de...

. Quereres

.coisas que eu já escrevi

.tags

. todas as tags

.favorito

. De dois em dois o caracol...

. Como irritar o signo de …

. O que alguém escreveu sob...

. Saudade

. Pensamento (meu) sobre o ...

. Paixão Motard

. DEDICADO A TI; AMIGA

. Sinto falta

. Abraço

. Sim...

blogs SAPO

.subscrever feeds